O que significa ficção realista? Uma explicação detalhada

by CJ McDaniel // junho 12 // 0 Comments

A ficção realista é um ramo da literatura. Aqui, o escritor pode impressionar os leitores com sua habilidade criativa e imaginativa. O escritor leva seus leitores a um outro mundo.

Como esperado, ele cria povos, dá vidas, dá às famílias e coloca os personagens em situações difíceis ou desafios, e dá ideias sobre como eles podem se contorcer para fora dela. Este é o poder da ficção realista.

Neste artigo, você entenderá o significado da ficção realista, elementos e muito mais. Continue lendo!

Como a ficção pode ser realista?

Se uma história é ficção, entendemos que ela não é baseada em eventos da vida real. Entendemos que os personagens, o enredo, a configuração não são reais.

Mas a frase “ficção realista” faz pensar como uma história que não é real pode ser realista.

Você deve estar se perguntando do que se trata essa ficção realista? Se você quiser encontrar as respostas para essas perguntas, você deve ler.

Vamos falar sobre ficção realista

A ficção realista é um gênero de literatura que retrata em histórias eventos da vida real que poderiam acontecer.

A ficção realista tende a trazer eventos contemporâneos para aparecer como se tivessem acontecido com as pessoas.

Consequentemente, a ficção realista traz eventos humanos naturais como amor, divórcio, traição. Qualquer uma dessas questões na ficção realista pode aparecer como se tivessem acontecido com qualquer pessoa.

Quando você se depara com obras realistas de ficção, parece ou soa como se você pudesse se relacionar com essa história ou conhecer algum vizinho ou amigos que podem ter tido tal situação antes.

No entanto, eles são da imaginação do escritor. As pessoas da história, o personagem que retratam, parecem aparecer como os personagens de humanos reais na Terra hoje. O lugar onde a história se passa não é improvável.

A ficção realista não é inteiramente uma invenção; eles revelam verdades sobre os esforços humanos. Você pode se relacionar com eles também.

A ficção realista, como eventos da vida real, fala sobre as pessoas, os desafios que elas podem encontrar, o conflito em suas vidas, incluindo como elas as resolvem. A ficção realista também aborda questões que beiram a sociedade.

Isso explica por que quando você lê um livro ou vê um filme, onde o personagem e a história quase parecem reais, sabe que o que você tem ali é ficção realista.

Como os outros gêneros da literatura, certos elementos distinguem a ficção realista deles. Vamos examinar cada um deles.

 

Elementos da Ficção Realista

  1. Os personagens

Os personagens da ficção realista têm qualidades humanas naturais semelhantes com seus defeitos. E eles não são algum tipo de sobre-humanos ou animais como no gênero fantasia da literatura. O autor de ficção realista veste seus personagens com traços humanos comuns como amor, ódio, forte, fraco, con, loucura, prudência, preguiça, diligência e similares.

  1. A configuração

O cenário da ficção realista combina lugar e tempo que sustentam a ideia central dessa história. A história poderia ser ambientada em um momento de guerra, paz, boom econômico, comércio de escravos, e semelhantes.

Se aconteceu na era medieval, na era grega ou em tempos de guerra, ou em algum outro momento da história, tudo isso aproxima a ficção realista de ser real.

O lugar da ficção realista pode ser em Los Angeles, Kansas City, ou em qualquer um dos lugares nos Estados Unidos ou no mundo em geral. Alguns desses lugares também podem ser antigos e extintos.

Mais importante, são lugares que podemos facilmente acreditar que existem. Parece-nos como o mundo, como o conhecemos. Podemos acreditar prontamente nesses tempos e lugares, como estão dentro da alçada da mente humana.

O escritor de ficção realista emprega uma grande parte de sua habilidade criativa para descrever vividamente o cenário da história.

  1. O tema

O tema da ficção realista não é improvável; eles beiram questões que acontecem ao nosso redor todos os dias. Corta questões familiares como divórcio, nudez, uma criança pródigo, pobreza, rivalidade feroz entre os ricos.

No mundo dos negócios, podem ser questões como a ascensão e queda de um magnata dos negócios, traição, compra forçada da fortuna. Também poderia ser sobre as questões que cercam o governo de um Estado e o povo: a opressão dos governados.

O tema da ficção realista tende a nos dar uma visão geral honesta, até certo ponto, das questões da vida. Como resultado, somos persuadidos a ver todos os ângulos da vida a partir dos olhos de outro.

  1. O Diálogo

Na ficção realista, o diálogo e a linguagem do personagem realmente revelam como os humanos se comportam e raciocitam. O diálogo de cada personagem retrata as qualidades inerentes desse personagem em uma situação da vida real.

  1. Estilo

Este é o tipo de dicção usada pelo escritor, mais especificamente, sua escolha de palavras e como essas palavras fluem no corpo da obra.

Tipos de Ficção

Muitos tipos de ficção abundam, como fantasia, história, ciência, mas discutiremos os principais.

Ficção realista e fantasia comparada

Fantasia é um dos gêneros da literatura. Como a palavra “fantasia”, histórias de fantasia são imaginação muito criativa do escritor. Mitos, folclore, fábulas muitas vezes inspiram

Em um mundo de literatura imaginativa, fantasia e ficção realista são opostos diretos. Você deve estar se perguntando por que eu digo isso.

O enredo da ficção fantasiosa é extremamente superficial. Bruxaria e magia, sejam puras ou negras, são elementos profundos na ficção de fantasia. Histórias de fantasia geralmente carregam fatos e eventos superficiais.

Geralmente retrata pessoas e animais em um país de fadas inventado. Há sempre um conflito de poder entre as forças boas e más, que sempre querem dominar e governar todas as outras.

As histórias geralmente soam muito boas para ser verdade, então nós honestamente desacredita-los; porque sabemos que o que lemos ou vemos nessas histórias não pode acontecer no mundo real. Mas isso não é o mesmo com ficção realista.

Ficção Realista e Ficção Histórica

Esses dois gêneros de literatura são semelhantes. O elemento subjacente na ficção histórica é que, embora a história seja imaginária, ela ressuscita eventos passados e os traduz em histórias.

A ficção histórica retrata fatos sobre o tempo, lugar e pessoas que se apresentaram nesse evento.

Os personagens aqui lidam com questões de vida contemporânea e esses eventos. Mas com ficção realista, esses eventos, como revelado na história, são eventos prováveis que poderiam acontecer. Mas na ficção histórica, esses eventos que acontecem podem ter acontecido.

Ficção realista e não-ficção comparadas

No entanto, como um gênero de literatura, a ficção realista é o oposto direto da não-ficção. Ao mesmo tempo, a ficção realista lida com histórias imaginárias, fatos que não são verdadeiros, e a não-ficção lida com fatos autênticos.

A não-ficção, como gênero de literatura, pretende contar apenas fatos verdadeiros e precisos. Esses fatos podem ser traduzidos em histórias escritas ou filmadas.

A essência da não-ficção é que ela apresenta apenas fatos. Os personagens, cenários, tema, conflito e resolução são verdadeiros eventos de vida que aconteceram em algum momento da história do homem. E então, é recontado na forma de uma história.

Os personagens em não-ficção são feitos para ter o mesmo nome, qualidade, ideologia como o personagem da vida real que forma o centro do enredo. Esses personagens falam e agem exatamente como o personagem real.

Existe uma divisão entre ficção realista e não-ficção?

Agora que a ficção realista retrata questões que poderiam ser eventos da vida real, qual é a divisão entre ficção realista e não ficção?

É digno de notar – o fato é que, embora uma história de ficção realista tenha uma similitude da verdade, ela nasce da imaginação do escritor.

O conteúdo da ficção realista, ao contrário da não-ficção, não aponta para nenhuma pessoa ou evento da vida real, como a pessoa em torno da qual a história gira.

Mais ainda, este fato é apoiado pela isenção de responsabilidade em filmes realistas filmados, que a história é inteiramente a ideia literária do escritor, que qualquer coincidência quanto ao personagem ou pessoa, nomes ou lugar nos filmes são mera coincidência.

As histórias infantis também têm elementos da ficção realista contemporânea. Os registros mostram que há mais de um século, a ficção realista contemporânea das crianças passou de um mundo perfeito para suportar pedaços da humanidade.

As ficções realistas contemporâneas dessas crianças agora usam um olhar honesto da vida, no entanto, eventos imaginários que poderiam acontecer. As histórias realistas de ficção infantil retratam o mundo das crianças e as questões que enfrentam.

Essas questões dizem respeito aos seus desafios, seja em casa, na escola, no entorno do bairro. Sua vida também mostra alguma forma de felicidade misturada com decepção ou tristeza.

Conclusão

Agora, você sabe o que é ficção realista. Então, quando você está lendo um livro de ficção ou assistindo a um filme fictício, você deve ser capaz de dizer se é ficção realista ou não.

Não se empolguem com o enredo emocionante, o suspense ou o conflito. Você pode adivinhar o que vai acontecer no final. Claro que sim.

Sente-se, e aproveite seu filme ou uma boa leitura. Afinal, a história é uma mera imaginação.

CJ grew up admiring books. His family owned a small bookstore throughout his early childhood, and he would spend weekends flipping through book after book, always sure to read the ones that looked the most interesting. Not much has changed since then, except now some of those interesting books he picks off the shelf were designed by his company!